Lídice assina pedido conjunto para que PGR investigue Temer e Moreira Franco

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) e os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), João Capiberibe (PSB-AP), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Regina Sousa (PT-PI) e Lindbergh Farias (PT-RJ) apresentaram nesta terça-feira (7/2) pedido à Procuradoria-Geral da República (PGR) para que se investigue o presidente Michel Temer e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco (PMDB-RJ), pelo suposto crime de obstrução de Justiça.
Na ação, que foi recebida por Eduardo Pelella, chefe de gabinete do Procurador Geral da República (Rodrigo Janot), os senadores questionam a nomeação de Moreira Franco para a recém-criada Secretaria-Geral da Presidência. Eles argumentam que há “propósitos aparentemente escusos” para a escolha do peemedebista para o cargo.
Com a nomeação, Moreira Franco passou a ter status de ministro e, consequentemente, prerrogativa de foro privilegiado. Ele foi citado em delação do ex-vice presidente da Odebrecht Cláudio Melo Filho, no âmbito da Operação Lava Jato, como beneficiário do esquema de corrupção.
Os senadores pediram que seja dado tratamento “igualitário” ao presidente Temer e ao ministro Moreira Franco em relação à nomeação feita pela ex-presidenta Dilma Rousseff quando da indicação do ex-presidente Lula para o cargo de ministro-chefe do Gabinete Civil. De acordo com eles, da mesma forma, o presidente Michel Temer está cometendo crime de “obstrução da Justiça”.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s