Tesouro quita R$ 4,82 bi de estados e municípios inadimplentes em 2018

Em todo o ano passado, o Tesouro Nacional pagou R$ 4,82 bilhões em dívidas atrasadas de estados e municípios, informou hoje (15) o órgão. Do total, R$ 4,03 bilhões referem-se a débitos não quitados pelo estado do Rio de Janeiro, R$ 777,7 milhões dizem respeito a mais quatro estados (Minas Gerais, Goiás, Roraima e Piauí), e R$ 17,49 milhões deixaram de ser honrados pela prefeitura de Natal.

Apenas em dezembro, a União quitou R$ 613,95 milhões de pagamentos em atraso pelos entes subnacionais. Desse total, R$ 604,47 milhões cabem ao estado do Rio; R$ 9,48 milhões, ao estado de Roraima; e R$ 4,36 milhões, à prefeitura da capital do Rio Grande do Norte.

As garantias honradas pelo Tesouro são descontadas dos repasses da União aos estados e aos municípios. Ao longo do ano passado, no entanto, decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) impediram a execução de algumas contragarantias do estado do Rio de Janeiro, que tem atrasado salários dos servidores e pagamentos a fornecedores.

Em relação aos demais estados inadimplentes, o Tesouro quitou garantias de R$ 553,1 milhões de Minas Gerais no ano passado, R$ 126,95 milhões do Piauí, R$ 64 milhões de Roraima e R$ 33,6 milhões de Goiás.

Com a adesão do estado do Rio ao pacote de recuperação fiscal, no fim de 2017, o estado pode contratar novas operações de crédito com garantia da União (nas quais o governo federal cobre atrasos em parcelas), mesmo estando inadimplente. Os demais governos locais enfrentam restrições para pegarem empréstimos com aval da União.

Goiás e Piauí estão impedidos de contrair empréstimos com garantia do Tesouro até setembro; Minas Gerais, até agosto; e Roraima, até dezembro. Para a prefeitura de Natal, o impedimento vai até 28 de dezembro de 2019.(Agência Brasil)

Anúncios

Crise financeira inviabiliza o Carnaval Antecipado de Itabuna

O prefeito Fernando Gomes declarou durante entrevista coletiva para profissionais da imprensa de Itabuna, que o cancelamento do Carnaval Antecipado de Itabuna ocorre em função da crise financeira que o município tem enfrentado, e que “diante desta dificuldade que tem gerado atrasos no pagamento dos salários dos servidores e dívidas do carnaval do ano passado, não justifica fazer uma festa como esta que dema

Ele ainda explicou que tem trabalhado de todas as formas para reduzir as despesas. “Recebi a prefeitura com 79% da receita comprometida com salários dos servidores, conseguir reduzir para 56% em 2017, e em 2018 para 53%. Também cortamos gastos com aluguel de imóveis, cerca de R$ 260 mil”. Na oportunidade, o prefeito Fernando Gomes anunciou várias obras que foram retomadas e serão entregues neste ano de 2019.

“Estive com o governador Rui Costa há poucos dias e ele garantiu que o município receberá ainda esta semana a verba para conclusão do Teatro Municipal. Espero em junho inaugurar esta obra”, informou. Para finalizar, lembrou que também através de parceria com o Governo do Estado, será destinada uma verba de R$ 1,3 milhão para a reforma da Vila Olímpica e do Estádio Luiz Viana Filho. Já com o Governo Federal, ele informou que os bairros Nova Itabuna, Lomanto Júnior, Sinval Palmeira, Bananeira, Santa Catarina, Maria Matos (Rua de Palha) e Jorge Amado foram contemplados com o projeto de requalificação e humanização do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC II (Pacão) – do Governo Federal.

C

Volkswagen AG e Ford Motor Company Iniciam Aliança Global

A Volkswagen AG e a Ford Motor Company anunciaram hoje o primeiro acordo formal de uma ampla aliança que permitirá às empresas aumentar sua competitividade e atender melhor os consumidores em uma era de rápidas mudanças na indústria.

O CEO da Volkswagen, Dr. Herbert Diess, e o CEO da Ford, Jim Hackett, confirmaram que as empresas pretendem desenvolver vans comerciais e picapes médias para os mercados globais já a partir de 2022. A aliança vai gerar ganhos significativos de escala e eficiência e permitirá a ambas as empresas compartilhar investimentos em arquiteturas de veículos que abrangem diferentes capacidades e tecnologias.

As empresas estimam que a cooperação em vans comerciais e picapes renderá um melhor resultado operacional anual antes dos impostos a partir de 2023.

Além disso, a Volkswagen e a Ford assinaram um memorando de intenções para estudar a colaboração em veículos autônomos, serviços de mobilidade e veículos elétricos e iniciaram o aproveitamento de oportunidades. Ambas as empresas também afirmaram estar abertas a considerar outros programas conjuntos de veículos no futuro. Os seus times continuarão a trabalhar nos detalhes da parceria nos próximos meses.

“Ao longo do tempo, essa aliança vai ajudar ambas as empresas a criar valor e atender as necessidades de nossos clientes e da sociedade”, disse Hackett. “Ela vai não só trazer eficiências importantes e ajudar ambas as empresas a melhorar seu desempenho, mas também nos dará a oportunidade de ajudar a formar a próxima era da mobilidade.”

Diess acrescentou: “A Volkswagen e a Ford vão combinar seus recursos, capacidade de inovação e posições de mercado complementares para melhor atender milhões de consumidores ao redor do mundo. Ao mesmo tempo, a aliança servirá como pilar para a nossa meta de aumento da competitividade.”

A aliança, que não envolve a troca de ações entre as duas empresas, será dirigida por um comitê conjunto. Esse comitê será liderado por Hackett e Diess e incluirá executivos senior de ambas as empresas.

Colaboração em vans comerciais e picapes

Tanto a Ford como a Volkswagen possuem negócios robustos em vans comerciais e picapes ao redor do mundo, com linhas populares como a família Ford Transit e a Ranger, assim como as linhas Transporter, Caddy e Amarok da Volkswagen.

O volume total de veículos comerciais leves das empresas em 2018 somou cerca de 1,2 milhão de unidades globalmente, que poderia representar o maior volume combinado da indústria com o ganho de escala de produção.

A demanda tanto de picapes médias como de vans comerciais tem projeção de crescimento global nos próximos cinco anos. A aliança permitirá às empresas compartilhar custos de desenvolvimento, aproveitar as respectivas capacidades de manufatura, aumentar a capacidade e a competitividade dos seus veículos e ter custos eficientes, mantendo as características distintas de cada marca.

Por meio da aliança, a Ford vai projetar e construir picapes médias para ambas as empresas, que devem chegar ao mercado já em 2022. Para ambas as marcas, a Ford pretende projetar e construir vans comerciais maiores para os consumidores europeus, enquanto a Volkswagen vai desenvolver e construir uma van urbana.

###

Sobre o Grupo Volkswagen

O Grupo Volkswagen, com sede em Wolfsburg, é um dos principais fabricantes de automóveis do mundo e a maior montadora da Europa. A gama de produtos vai de motocicletas a carros pequenos e veículos de luxo. No setor de veículos comerciais, os produtos incluem desde picapes e ônibus a caminhões pesados. O Grupo opera com 120 unidades de produção em 20 países europeus e mais 11 países nas Américas, Ásia e África. Todos os dias da semana, cerca de 642.292 funcionários em todo o mundo produzem cerca de 44.170 veículos e trabalham em serviços relacionados a veículos ou outros campos de negócios. www.volkswagenag.com.

Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma empresa global com sede em Dearborn, Michigan. A empresa projeta, fabrica, comercializa e fornece serviços a uma linha completa de carros, picapes, SUVs, veículos elétricos e veículos de luxo Lincoln, fornece serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company e está buscando posições de liderança em eletrificação, veículos autônomos e soluções de mobilidade. A Ford emprega aproximadamente 200.000 pessoas em todo o mundo. Para mais informações sobre a Ford, seus produtos e a Ford Motor Credit Company, visite www.corporate.ford.com.

Receita Federal exclui 521 mil empresas devedoras do Simples Nacional

A Receita Federal excluiu 521.018 micro e pequenas empresas que não quitaram os débitos com o Simples Nacional, regime especial de tributação para as pessoas jurídicas de menor porte.

Em setembro, 732.664 empresas haviam sido notificadas de débitos previdenciários e não previdenciários com a Receita e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Quem não regularizou a situação foi excluído em 1º de janeiro.

As empresas excluídas devem R$ 14,46 bilhões ao Simples. Elas podem pedir a reinclusão no regime especial até 31 de janeiro, desde que quitem os débitos antes dessa data. A dívida pode ser paga à vista ou seguir o parcelamento ordinário, em até cinco anos, com pagamento de multas e juros.

A consulta à situação fiscal da empresa e os pedidos de regularização podem ser feitos por meio do Portal do Simples Nacional na internet.

Regime simplificado de pagamentos de tributos federais, estaduais e municipais, o Simples Nacional beneficia micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano.(Agência Brasil)

SAC emite mais de 200 carteiras de identidade para crianças em Itabuna

O Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) emitiu 206 cédulas de identidade para crianças com até 6 anos de idade em Itabuna, no sul da Bahia, no último sábado (12). Além da emissão dos documentos, crianças e familiares participaram de atividades lúdicas durante a segunda edição do projeto Pequeno Cidadão. 

Idealizada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), a iniciativa foi realizada pelo SAC, unidade Itabuna, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME). Para a secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Santos Gonçalves, “é importante que o Estado busque mecanismos que se traduzam em maior segurança para as nossas crianças”. 

A secretária destacou ainda o envolvimento de todas as escolas da cidade. “Mais importante de toda essa conjuntura de parcerias, temos os pais e responsáveis, que atenderam ao nosso convite, compreenderam a magnitude da proposta e trouxeram suas crianças para a confecção de suas carteiras de identidade”, disse.

O objetivo é que a ação seja realizada mensalmente, já que existe uma demanda grande para esse tipo de serviço em Itabuna e municípios vizinhos. 

=

Lavagem da Catedral e MSC Seaview agitam Ilhéus

Os festejos populares de Ilhéus são marcas registradas da cultura ilheense, em festas que se caracterizam pelo sincretismo religioso e mistura de elementos sagrados e profanos. A Lavagem das Escadarias da Catedral de São Sebastião é um tradicional evento do calendário turístico da cidade. Este ano, a manifestação acontece na quinta-feira (17), mesmo dia em que desembarca o navio MSC Seaview no porto do Malhado, com aproximadamente 5.210 passageiros.

A festa começa às 8 horas, com concentração na sede do sindicato dos estivadores, localizado na Avenida Dois de Julho. O cortejo sairá às 9 horas, percorrendo as principais ruas do centro da cidade, passando pela Avenida Almirante Aurélio Linhares até a Praça Cairu, seguindo pela Rua Bento Berilo e Avenida Soares Lopes, rumo à Catedral de São Sebastião, onde as escadarias serão lavadas pelas baianas, com água de cheiro, celebração que antecede a comemoração do dia de São Sebastião, padroeiro dos estivadores, em 20 de janeiro.

Durante o percurso, a cadência dos tambores marca as passadas no ritmo afro, com o desfile das baianas caracterizadas, carregando jarros com água de cheiro e as vassouras para o ritual da lavagem das escadarias. A caminhada tem a participação de percussionistas dos blocos afro ilheenses, acompanhados por um mini trio, além do bloco de sopro “Guarda Embaixo”, turistas e comunidade, todos juntos na mesma sintonia. Como manda a tradição, um carro pipa no final da festa refrescará os participantes da lavahge, aliviando o calor do verão.

Eleição da Amurc conta com uma chapa inscrita

A eleição da Associação dos Municípios da Região Cacaueira – Amurc acontece no próximo dia 24 de janeiro, às 9 horas, na sede da entidade, com apenas uma chapa inscrita, encabeçada pelo prefeito de Firmino Alves, Aurelino Cunha. O prazo para inscrição de chapa encerrou nesta segunda-feira, 14, 10 dias antes do pleito, de acordo com o estatuto. O mandato de presidente é de dois anos, correspondente ao biênio 2019/2020. O eleitorado é composto por prefeitos associados.